1. Skip to Menu
  2. Skip to Content
  3. Skip to Footer

.

Feira das Mães inicia em Canoas

Ainda não eram três horas da tarde e a empreendedora do setor de alimentação Ângela Miranda já havia vendido as 21 bandejas de pastel assado que levou para o primeiro dia de feira. Os pães caseiros já eram produtos escassos entre as colegas e os biscoitos doces motivo de disputa entre os clientes. “Surpreendente, o movimento ta muito bom” comemorou a expositora.

 

A diretora de economia solidária da secretaria de desenvolvimento econômico Adriana Pereira, creditou o sucesso do primeiro dia à data de realização. “Inicio de mês o pessoal está com dinheiro no bolso certamente chegaremos a meta de comercializar R$60mil” avaliou. “Já no início tá bombando, nossa expectativa de venda já está quase se concretizando” comentou a coordenadora do segmento de artesanato do Fórum de Economia Solidária de Canoas, Ângela Pereira. A líder das empreendedoras ainda atribui o volume satisfatório de vendas ao aperfeiçoamento do trabalho.

 

Dona Rosane Pereira de 49 anos circulou pelos 62 espaços que estão montados em uma única estrutura no calçadão de Canoas. Ela confirmou o pensamento da Coordenadora Ângela. “Vi muitas novidades e o preço é bem razoável” elogiou.

 

Entre as inovações que podem ser vistas na 8ª Feira de Economia Solidária/ Feira da Mães, destaque para o trabalho do artesão Adnan Mahmud. Em exposição, mini-ranchos esculpidos em madeira com direito a fogão a lenha, pelego e até churrasco. Na chaminé pode sair aquela aconchegante fumaça, que se vê nas casas do interior gaúcho, se for colocado um incenso dentro dela. As miniaturas atraíram os olhares curiosos. Berenice Cardoso chegou a se abaixar para chegar mais perto. “Olha a criatividade, nunca tinha visto” exclamou. E se não bastasse, no estande de Adnan os copos ganham personalidade através da técnica francesa de escariação em ponta diamante. É possível escrever mensagens e até desenhar uma fotografia de tamanho 6cmx6cm.

 

As bijuterias feitas com resíduos da indústria têxtil também são um convite para gastar com as mães que gostam de se enfeitar. Coloridos e originais os colares e pulseiras são feitos com tecidos de lingeries que iam para o lixo.

 

Além disso, bonecos delicadamente feitos em EVA da artesã Cíntia Vesely, Os biscuis divertidos que enfeitam potes de vidro de Denise Oliveira, crochês, tricô, esculturas, pintura em tecido, bolsas, utilitários e muito mais podem ser conferidos até sábado, 8 de maio.

 

Ir para o Topo
LiveZilla Live Help