1. Skip to Menu
  2. Skip to Content
  3. Skip to Footer

.

Começa o levantamento preventivo contra a dengue em Canoas

Você já imaginou que uma larva do mosquito Aedes Aegypti pode se desenvolver dentro de um televisor? O que parece impossível está em suspeita na água parada recolhida dentro de uma televisão aberta jogada em um terreno baldio no bairro Niterói, em Canoas. O terreno, que está completamente abandonado e cheio de lixo, incluindo sacolas plásticas e até sapatos, é apenas um dos que estão sendo verificados pela Pesquisa Vetorial Especial (PVE), que envolve 80 agentes de endemias. Nas próximas duas semanas, os profissionais irão abordar moradores e comerciantes de mais de 200 quarteirões nos bairros Rio Branco e Niterói, que fazem limite com Porto Alegre. O trabalho começou nesta quarta-feira, 9 e foi motivado pela confirmação de dois casos de dengue autóctone em Porto Alegre, portanto, contraídos na própria Capital.

 

Nesta primeira etapa, agentes se concentraram principalmente nas Ruas Marechal Rondon e Tamoios, Niterói. Uma das primeiras residências verificadas foi a da dona de casa Claurina Berwanger, 84 anos. Ela e o marido criam pássaros e têm muitas plantas no pátio. Os agentes analisaram regadores e cachepôs de flores. Claurina mora na mesma casa há 40 anos e afirma que sempre deixa o pátio limpo. “Cuidamos de tudo, trocamos a água das plantinhas. Não queremos a dengue perto da gente”, afirma. A agente Patrícia dos Santos orientou a aposentada sobre a limpeza dos pratinhos das plantas. “A senhora pode limpar com uma esponjinha. Mesmo que a fêmea do mosquito tenha deixado os ovos ali, a esponja garante a limpeza”.

 

Nos próximos dias, das 8h às 17h, os moradores destes bairros devem ficar atentos à chegada dos agentes, que estarão identificados com coletes verdes. Nas costas, a identificação dos profissionais, com o mosquito cercado por um alvo e os dizeres “Controle de Vetores”. A verificação dura pouco mais de 15 minutos e pode ser fundamental para evitar um possível avanço da doença. Por enquanto, Canoas é considerado um município não infestado. Isso porque o trabalho dos agentes da Vigilância em Saúde é contínuo e já verificou mais de 10 mil imóveis somente no primeiro semestre deste ano.

Ir para o Topo
LiveZilla Live Help